• Português (Brasil)
  • English (United Kingdom)
  • Deutsch (DE-CH-AT)
  • Español(Spanish Formal International)
  • Italian - Italy
Vandalismo nos Cemitérios de Lajeado
Seg, 13 de Novembro de 2017 18:24

Túmulos são atacados e crucifixos furtados em cemitérios de Lajeado


Homem chegou a ser detido, na segunda-feira (6), com 37 peças de metal.
Ele foi liberado após registro de apreensão.
Familiares devem ir até a Delegacia de Polícia fazer o reconhecimento dos objetos.

Em dezenas de sepulturas restaram apenas as marcas dos crucifixos, que foram furtados (Foto: Natalia Ribeiro)

Familiares que procuraram cemitérios de Lajeado nas últimas semanas, por conta do Dia de Finados, lembrado em 2 de novembro, foram surpreendidos com a retirada de símbolos religiosos e com a depredação em alguns túmulos.

Ouvintes da Rádio Independente relatam ocorrências nos cemitérios católico e evangélico do Bairro Florestal e no católico de São Bento. Na segunda-feira (6), um homem chegou a ser detido com peças de metal. Ele foi liberado após registro de apreensão de objeto.

Na quarta-feira (8), depois de ouvir pelo rádio a notícia da apreensão do suspeito, Rose Auler Dörr, 52 anos, moradora do Bairro Jardim do Cedro, foi até o cemitério evangélico para conferir o túmulo do seu pai. A sensação foi de alívio, já que “não tinham roubado”. Porém, ao caminhar no local, ela viu que “crucifixos haviam sido levados em outros túmulos. Encontrei um balde cheio deles, em cima de uma sepultura”, diz.

Os materiais foram levados até a Delegacia de Polícia de Lajeado, para serem unidos aos 37 objetos que haviam sido apreendidos na madrugada de segunda-feira (6). Conforme Boletim de Ocorrência (BO), o homem, de 40 anos, morador de Arroio do Meio, foi detido com crucifixos e imagens de Jesus Cristo. Um vigilante o avistou carregando uma coberta com objetos e fez a abordagem na Avenida Benjamin Constant, no Bairro Florestal.

Movimentações de pessoas desconhecidas pela comunidade teriam sido registradas nas imediações dos cemitérios do Florestal. O coordenador do espaço católico, Vital Rezner, revela que “falamos com eles (caminhantes) para dar um fim nisso, porque é um cemitério e não um lugar de bagunça”. Ele acredita que pessoas diferentes tenham praticado os furtos. Câmeras de segurança instaladas nas proximidades não conseguiram registrar o ato, por conta da distância das máquinas.

Arrombamento de sepultura

No início do mês, o aposentado Elmiro Schulte, 64 anos, verificou danos no túmulo em que seus irmãos foram enterrados, no cemitério evangélico. O morador do Jardim do Cedro acredita que tenham “usado o espaço por trás da lápide para esconder apetrechos”. A família não teve coragem de conferir os pacotes. “A gente não sabe o que foi, porque quem encontrou aquilo teve medo de chegar na sepultura”.

Durante as visitas, que ocorreram em virtude do Dia de Finados, Schulte chegou a abordar um dos indivíduos que estavam no cemitério, e que disse estar dormindo no local. “Encontrei ele na rodoviária e, no fim, me provocou para chegar no Instituto Médico Legal (IML). Aí eu dei o fora”, conta.

Polícia convoca familiares

Segundo o delegado de Polícia de Lajeado, Juliano Stobbe, há registro de furto desse tipo de objeto, bem como da abordagem e da apreensão do indivíduo portando itens religiosos de metal e bronze, “o que indica que tenham sido tirados de cemitérios”.

Pessoas que identificaram o furto do material são convidadas a fazer o reconhecimento na delegacia, o que pode causar a “restituição do objeto e o consequente indiciamento do indivíduo pelo crime de furto”, explica o delegado. NR
Fonte: http://independente.com.br/tumulos-sao-atacados-e-crucifixos-furtados-em-cemiterios-de-lajeado/

 

Patrocínio

Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner

Contador

1213769
HojeHoje156
OntemOntem492
Essa semanaEssa semana4591
Esse mêsEsse mês16277
TudoTudo1213769
US